Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

domingo, 11 de maio de 2014

FALTA DE ATENÇÃO É INADMISSÍVEL

Nem nos meus velhos tempos de pelada, quando atuava de goleiro (já que era ruim de bola), eu jamais tomei um gol tão idiota quanto este que o Felipe levou diante do Fluminense.

Onde já se viu um goleiro profissional levar um gol de cabeça, marcado na pequena área, depois da cobrança de um córner?

Mérito do Fred? Sim. Mérito dele, que acreditou que o Felipe seria incompetente dentro de um espaço onde o goleiro é quem "manda".

Não pode! Não pode, mesmo!

O Fla-Flu até que foi um bom jogo, com um leve domínio tricolor na primeira etapa e com o Flamengo jogando melhor no segundo tempo.

Apesar do Flor ser nosso freguês, trata-se de um clássico, onde qualquer resultado pode ser considerado normal.

Perdemos por 2 x 0, quando também poderíamos ter vencido.

O que não pode é levar um gol na pequena área, na cobrança de escanteio.

Não pode! Não pode, mesmo!

O Mugni tem que ganhar ritmo
O Fluminense marcou muito bem e nossos jogadores não acharam a solução para desenvolverem um bom futebol.

Um outro erro foi o Jayme ter tirado o Lucas Mugni para colocar o Negueba.

O Mugni podia não estar jogando bem, como jogou diante do Palmeiras, mas é o único armador com qualidade no time rubro-negro.

Ele já provou isso e precisa ficar em campo o máximo possível, para que ganhe ritmo de jogo, que se acostume à responsabilidade de jogarno Brasil vestindo o Manto Sagrado.

Não se pode aceitar também a justificativa do Paulinho, que disse que a falta de atenção dos jogadores tem causado os gols sofridos de bola parada.

Pô! Que falta de atenção porra nenhuma!

Os caras são pagos para entrar em campo uma ou duas vezes por semana, ou seja, precisam ter muita, toda, total atenção por apenas 90 minutos!

É pedir muito para quem ganha (muito bem) exatamente para isso?

Todo jogo tem essa desculpinha esfarrapada!

De que adianta o Jayme bater na mesma tecla sempre, treinar bastante a defesa nas bolas paradas, se sempre tem alguém que vai "ficar sem atenção"?

Cês tão de sacanagem, né?

PASCHOAL AMBRÓSIO FILHO   

Nenhum comentário: