Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 12 de maio de 2014

SACANAGEM COM O JAYME

A diretoria do Flamengo está preparando a demissão do técnico Jayme de Almeida, depois da derrota para o Fluminense, por 2 x 0, neste domingo.

Fica, Jayme!
Dizem que Ney Franco vem aí.

Isso é uma tremenda sacanagem!

Quando é que os clubes brasileiros vão deixar um treinador desenvolver um trabalho a médio e longo prazo?

O problema do Flamengo não é o Jayme.

O problema é o elenco de merda que deram para ele trabalhar.

O problema é que o Flamengo só quer pagar as dívidas monstruosas, mas não pode esquecer dos títulos. É preciso achar um meio termo.

O cara já havia feito um milagre ao fazer o Flamengo conquistar a Taça do Brasil no ano passado.

Tá certo que tinha o Elias no time, mas agora não tem mais.

Depois ainda conquistou o Carioca deste ano.

O Jayme é o culpado pela falha clamorosa do Felipe, que levou um gol de cabeça na pequena área?

O Jayme é o culpado pelo Muralha ter perdido a bola para o gorducho Walter, que já estava batido, caído no chão?

Falta de inteligência e falta de garra dos jogadores em campo, não é culpa do treinador.

Quem deveria ser demitido é o Paulo Pelaipe, um diretor de futebol incompetente, que, desde o ano passado, trouxe uma penca de pernas-de-pau para a Gávea.

Quem deveria sair (já que não pode ser demitido) é o (in)Wallim, vice de futebol que não entende nada de futebol.

Grande profissional, grande executivo, mas entende do mercado de futebol tanto quanto eu, ou seja, não sabe de nada!

Mas o (in)Wallim não vai sair nunca, pois deve ser o candidato a presidência do Flamengo nas próximas eleições, já que o Eduardo Bandeira de Mello está apenas "tapando o buraco".

Só que o presidente que o Flamengo precisa (e precisa com voz de comando, batendo com o pau na mesa) é o Eduardo, uma pessoa competente, séria e de bom senso.

O Flamengo não precisa dos Wallins e dos Baps da vida.

Estes é que mandam no clube e vão nos levar para a Segunda Divisão.

PASCHOAL AMBRÓSIO FILHO   

Nenhum comentário: