Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

domingo, 21 de setembro de 2014

CULPA DO EVERTON

Pode o melhor jogador em campo ser o culpado por seu time não ganhar?

Pode.

Foi por culpa do Everton que o Flamengo empatou com o Fluminense, em 1 x 1.

O Everton simplesmente corre de montão, dribla bem, dá bons passes e lançamentos aos companheiros, mas, NÃO SABE CHUTAR À GOL, CACETE!

Parece aqueles peladeiros que, quando ficam cara a cara com o goleiro, fecham os olhos e soltam a bomba!

Sabe a melhor metralhadora na mão do soldado? O sargento manda ele acertar o comandante da tropa inimiga. Mas o soldado é maluco, aperta o gatilho daquela metralhadora giratória, mata metade do exército oponente, menos o comandante.

É o moleque que está jogando bolinha de gude, acerta todas as búlicas, mas acaba "capando" na hora de matar a bola adversária.

Não sei mais que exemplos eu posso dar.

O que eu posso é sugerir ao Luxemburgo é que compre o brinquedinho ao lado para o Everton treinar chutes a gol. É baratinho. Garanto que não vai afetar as finanças rubro-negras.

O Flamengo dominou o meio de campo a maior parte do jogo e poderia ter vencido com certa facilidade, não tivesse o Everton perdido pelo menos três gols. Um deles com apenas dois minutinhos de jogo.

O Eduardo da Silva é que fez um gol digno de um jogador do Flamengo, com raça, quando, em nenhum momento, desistiu de disputar a bola, mesmo depois de ser derrubado. 

Pena que se machucou e foi substituído pelo Mugni. Ou melhor, ficamos com um a menos.

O Flu também teve suas oportunidades, muito mais em bolas paradas, em que o Fred, que fez o gol de empate, acabou parado por duas defesas milagrosas de São Paulo Victor.

Apesar da disciplina tática e da boa marcação do Flamengo, por diversas vezes o Fred recebeu a bola sozinho. O Luxemburgo precisa acertar isso.

O que não pode é, na hora do córner, o Leonardo Moura, baixinho, marcar o Fred. E isso eu vi pelo menos umas duas vezes.

Pra terminar eu pergunto: o que é aquele tal de Elton?

PASCHOAL AMBRÓSIO FILHO   

Nenhum comentário: