Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

domingo, 28 de setembro de 2014

POR QUE O FLAMENGO NÃO JOGOU?

Pra começo de conversa, perder para o Bahia, por 2 x 1, um timeco pior que o nosso, da forma que foi, na verdade, me surpreendeu.

Mesmo com os desfalques de Cáceres e Alecsandro, bastava o time ter levado o adversário a sério, marcar como estava marcando, ser disciplinado como estava sendo, que ganharia, nem que fosse por um golzinho.

De cara, para mim, faltou seriedade de nossos jogadores.

Quando acordaram, já era tarde demais.

Elton, Jogador de ping-pong
Vou repetir uma pergunta que já fiz: o que é aquele Elton?

O cara não consegue dominar uma bola, não consegue dar um passe, não consegue dar um chute a gol, não consegue correr, não consegue cabecear, não consegue se colocar bem, não consegue nada!

Parece uma raquete de ping-pong. A bola bate nele e volta. Ele precisa ser instruído e ser avisado que está jogando futebol e não tênis de mesa.

O Luxemburgo não vê isso?

Em 2012, os dirigentes do Vasco conseguiram enrolar o Corinthians e mandaram o cara para lá. O Corinthians, não deixou ele ficar um ano sequer. Fez 30 jogos pelo time dos gambás, apenas 3 gols e foi logo emprestado. Ele não emplacou em lugar nenhum que jogou. Esteve na Arábia e nem ficou seis meses, foi para o Vitória, o Náutico... E lá vai o Elton carregando sua mochilinha mundo afora...

Devolve ele ao Corinthians!

O primeiro gol que levamos, onde todos os nossos jogadores ficaram vendo os baianos trocarem passes, me lembrou a goleada que a Seleção Brasileira levou da Alemanha.

E o cara que fez o gol, o fez marcado, no meio de dois zagueiros. Um era o Chicão. O outro era o Samir? Não reparei direito...

O pênalti cometido pelo João Paulo foi grosseiro. Coisa de pelada de várzea. Tinha que ser expulso.

Até estranhei porque ele está aprendendo bem a jogar na lateral-esquerda, exatamente no Flamengo e pelas mãos do Luxemburgo.

Antes o João Paulo era uma mula. Agora, pelo menos, tem atuado razoavelmente bem na defesa e vem apoiando com mais eficiência o ataque, tanto que que muitos gols (vários do Eduardo) saíram de cruzamentos dele, inclusive o de hoje.

Mesmo assim, o pênalti que ele cometeu foi imperdoável.

Arthur: Mais um que não serve
para jogar no Flamengo
No segundo tempo o Vanderlei Luxemburgo tirou o Eduardo da Silva (não sei porque) e decidiu "reforçar" o time com o Arthur.

Quem é esse Arthur? 

Será que ele joga mais bola que o Nixon? 

E por onde anda o Guilherme Negueba? Só pelo que ele corre, seria uma tentativa melhor que esse Arthur.

Mas os técnicos têm as suas manias. A do Luxemburgo é afastar o goleiro Felipe (bom ou ruim, é patrimônio do clube que está sendo desvalorizado) e sumir com o Negueba.

Depois da partida, o Eduardo da Silva disse que "acordamos tarde no segundo tempo. Tomamos dois gols bobos, mas vamos esquecer isso".

Esquecer isso? Acordaram tarde?

Em primeiro lugar, jogador do Flamengo não é (bem) pago para dormir em campo.

E "esquecer isso" é o cacete! Não tem que esquecer. Tem que lembrar o tempo todo que vocês, por mais que não formem um grande time, têm a obrigação de dar o sangue por esta camisa.

Já são quatro jogos sem ganhar.

É para compensar a sequência de vitórias de antes?

Vocês só podem estar de sacanagem!

E tem gente por aí dizendo que o time tem mostrado "maturidade psicológica" porque o Luxemburgo está conseguindo manter o time com os pés no chão e acabou com o oba-oba que sempre domina a Gávea.

Conseguiu mesmo?

Foi só ganhar cinco jogos que o oba-oba voltou...

PASCHOAL AMBRÓSIO FILHO   

Nenhum comentário: