Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

sábado, 7 de fevereiro de 2015

QUASE DEMOS BOBEIRA DIANTE DO RESENDE

Faço minhas as palavras do Alecsandro, logo após a vitória do Flamengo sobre o Resende, por 2 x 1, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.


O lúcido Alecsandro comemora seu gol diante do Resende
Disse o nosso Alecgol: "No vestiário falei que jogar fora de casa contra adversário deste nível, que não é chamado de grande, mas dá trabalho, temos que impor nosso ritmo. Quando fazemos isso, o adversário respeita. Quando começamos devagar, complica. Quando jogamos forte, eles respeitaram e aí saímos com a vitória".

Que lucidez... Ele tem toda a razão.

Foi exatamente isso que aconteceu. No primeiro tempo, o Flamengo ficou naquele joguinho devagar, meio que esperando um vacilo do adversário para fazer e gol e acabou encurralado em seu próprio campo, sem saber o que fazer para sair da pressão do Resende.

O goleiro César deu pelo menos duas bobeiras no primeiro tempo e uma no segundo, quase proporcionando o gol adversário.

É garoto novo. Sabemos que goleiro precisa de experiência.

Como dizem os entendidos, "goleiro é igual whisky, quanto mais velho, melhor".

Só no segundo tempo é que o time do Flamengo resolveu acordar.

Devem ter levado um esculacho do Luxemburgo, no vestiário...

O Pofexô,quando se enfeza com o time, chega a dar medo.

Marcelo Cirino parece que começa a se acostumar mais com o Manto Sagrado e hoje foi o melhor em campo.

Deu aquela roladinha de bola, na entrada da área, para o volumoso Anderson Pico soltar a sua bomba característica, deixando o goleiro do Resende estatelado no chão.

Depois o mesmo Cirino sofreu um pênalti, muito bem cobrado pelo Alecsandro.

O Flamengo poderia ter feito o terceiro, se o juizinho Grazianni Maciel Rocha tivesse tido a coragem de marcar um pênalti claro em cima do Everton, que teve as costas de sua camisa toda rasgada por um zagueiro adversário, num perigoso ataque rubro-negro.

O roliço Anderson Pico, que até tem ido bem na lateral-esquerda, demorou a fazer das suas e acabou fazendo um gol contra..

Ao tentar rebater, com um chutão, uma bola que estava quase nas mãos do goleiro César, acabou errando e chutando para trás. Foi patético!

Bem, sabemos que o Flamengo na lateral-esquerda, também este ano, tem que escolher entre o ruim, que pode ser o próprio Pico, e o pior, que é o Thallyson, bom garoto, gente fina, mas que não joga nada. 

Por falar em não jogar nada, o que houve com o Nixon hoje? Ele vinha jogando tão bem. Sendo peça fundamental no esquema do Fla. 

Hoje, perdidinho em campo, acabou substituído pelo Luiz Antonio.

Quarta-feira, às 10 da noite, vamos pegar a Cabofriense, no Maraca (é nosso).

Mas o Flamengo ainda tem muito, mas muito a melhorar...

PASCHOAL AMBRÓSIO FILHO   

Nenhum comentário: