Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

domingo, 5 de julho de 2015

FALTA VERGONHA NA CARA

Perdemos de virada, para o Figueirense, por 2 x 1, em pleno Maracanã.

Vejam bem que falei de Figueirense, um timeco que está, no momento, no meio da tabela do Campeonato Brasileiro.

E o que dizer do Flamengo?

É um timeco?

Se analisarmos o elenco rubro-negro, não podemos dizer isso.

É um grupo de qualidade de mediana para cima. Não tão abaixo da maioria das equipes que ocupam os dez primeiros lugares da competição.

Se olharmos pela falta de conjunto, falta de interesesse, erros de passe e falta de vergonha na cara, o Flamengo passa a ser um timinho.

Para mim, olhando como torcedor, mas sem usar muito o coração, o que me passa é que os nossos jogadores só jogam sério quando querem.

Como pode, no jogo passado, diante do Joinville, todo mundo focado e hoje parecia que ninguém estava em campo?

Não falei que o Flamengo jogou bem diante do Joinville. Falei que jogou concentrado e buscando a vitória, que acabou acontecendo.

Levar uma virada do Figueirense, no Maracanã, é uma vergonha!

Se o Cristóvão não cair agora, quando vai cair?

Nâo que eu queira, mas sempre vai estourar na mão do treinador.

É mais fácil e barato demitir apenas o técnico, do que uns dez jogadores (pelo menos) que não querem nada a não ser dinheiro, birita e badalação noturna.

Sheik: profissionalismo, com quase 37 anos
Quarta-feira tem a estreia de Paolo Guerrero, que acontecerá diante do Internacional, no Beira-Rio.

O Inter não está bem no campeonato, em 13º lugar, apenas uma posição acima de nós, que só temos 10 pontos.

Acho uma temeridade, pois não acredito numa vitória rubro-negra, infelizmente.

Já falei uma vez e repito: só Guerrero não será a salvação do Flamengo.

A não ser que aconteça um milagre e que todos os jogadores rubro-negros se estimulem com o novo companheiro e com a vontade do Emerson Sheik.

Estranharam eu falar do Sheik?

Ele não jogou bem hoje, mas correu o tempo todo e se dedicou. 

Desde que voltou ao Flamengo, o Sheik vem me surpreendendo e queimando a minha língua, que não acreditava que ele fosse se portar de maneira tão profissional em campo, jogando bem ou jogando mal.

Bem, fazendo as contas, ainda precisamos de 35 pontos, pelo menos, em 27 jogos, para não cairmos para a Segundona.

Aliás, não acredito que o Flamengo caia.

Time grande não cai.

PASCHOAL AMBRÓSIO FILHO   

2 comentários:

Fausto Barreto disse...

Mais uma vez fica provado o quanto vergonhosa é essa diretoria.

Ridiculo.

Anônimo disse...

Só digo uma coisa, que vergonha amigo.
O time precisa de mais raça, desse jeito não dá vontade de ir nem ao Estádio ( Arena ) torcer...