Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Eu vejo um novo começo de era...

Enfim, galera!

Acabamos com a triste rotina de ressuscitar defuntos. 

A vitória convincente deste Domingo contra o São Paulo nos dá até uma boa perspectiva para este término de 2015. A volta do Oswaldo de Oliveira parece ter agradado público e crítica. Merecíamos mais que apenas 2 gols. 

Mas convenhamos, lógico que vencer é sempre importante, mas temos que dizer a verdade: dificilmente pegaremos outra vez um São Paulo tão desarrumado quanto o que encontramos ontem. Talvez seja pelos desfalques, ou pelos salários atrasados (sim, aquele clube que se dizia"diferenciado" atrasa salário, tá pensando o quê?), ou por um lento processo de fritura do técnico Osório (que quando você ler esta coluna talvez nem seja mais técnico dos "bambis"), ou por todas as alternativas acima.

Mas nem tudo são flores (em tempo: valeu, Joinville!). O Oswaldo ainda tem grandes desafios pela frente:

- Tornar essa nossa defesa confiável. Ontem mesmo sofremos mais um gol de escanteio. OK, foi um escanteio muito bem batido, no segundo pau, mas é inadmissível um goleiro, que pode usar as mãos, perder na altura pra um cara que só pode cabecear. Aliás, a cada escanteio era um "ai Jesus" na torcida, não só os 40 mil que lotaram o Maraca Gourmet, mas os 40 milhões do lado de fora. 

- Manter o time competitivo mesmo sem o Alan Patrick em campo. Como ele não participa da Copa do Brasil, teremos que contar 4a feira com o Éderson, que mais uma vez balançou a rede, mas ainda não consegue jogar 90 minutos. Mesmo sem ritmo, ele já conseguiu em poucos jogos mostrar mais futebol que Carlos Eduardo e Mugni juntos. Imagine quando estiver na ponta dos cascos.

- Lidar com os seguidos desfalques. Não bastasse a já esperada ausência do Guerrero, o Jorge, que aproveitou a chance dada e não largou mais, acabou na mira dos caras da cbf, e poderá ser desfalque constante para o time. Ontem não jogou por estar suspenso. Pelo menos o Éverton o substituiu bem. Falta ver o que faremos sem o peruano, que fez as pazes com o gol. 

- O mais urgente de todos. Classificar o time pras 4as de final da Copa do Brasil. Temos time pra golear os vices. Mas os caras vão dar trabalho, como deram semana passada. De qualquer forma, será outro jogo, e na hora da decisão, sou mais Mengão. 

Boa semana a todos. 

Um comentário:

Fausto Barreto disse...

Grande Heraldo, ótimo texto, mas será que foi convincente mesmo?

Tomar tantos gols assim é normal??

Não acho, temos que tirar o Wallace, há anos (rsrsrsrs) bato nessa tecla.

Gde Abs.