Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

domingo, 9 de agosto de 2015

Flamengo engajado na campanha "Timeco Esperança".

Faltam 25 pontos. Não custa lembrar. 

Olha só, estamos nos especializando em tirar os adversários da má fase. 
Semana passada jogamos dois pontos no lixo contra o medíocre 5antos, depois de um primeiro tempo que poderia ter terminado uns 3 ou 4x0 pra nós. 

Repetindo-se a historia da semana passada, hoje, depois de um ótimo primeiro tempo, onde a trave salvou a Ponte por duas vezes, parece que se lembraram que a última vez que a Macaca havia ganho uma partida ela ainda tinha devaneios de pegar vaga na Libertadores, e resolvemos fazer mais essa camaradagem com os campinenses.

Aí a gente constata que nos 2 jogos, coincidentemente ou não, o nosso técnico teve a "jeniau" ideia de tirar o único sinal de vida inteligente do time: Alan Patrick. O cara tá demonstrando ter bom futebol, sabe pensar o jogo, mas sabe-se lá por que, não consegue jogar os 90 minutos. 

Competitivos aparentemente somos, Mas não dá pra compreender algumas mexidas no time. E olha que eu até tenho tido paciência com o Cristóvão. Parece ser gente boa, e tal. Mas parece perdidinho em alguns momentos. Tudo bem que não temos um timaço, mas parece time demais pra técnico de menos. Pra piorar, relacionou dois jogadores da base que desfalcaram o time sub-20 do primeiro jogo da final da Taça Rio. Que hora, hein?

Risco de rebaixamento acho que não temos. Existem muitos times piores que o nosso. Aliás, pra mim a zona de rebaixamento está mais que definida. Goiás, Joinville, Vice da Gama e Coritiba brigarão até a última rodada pra ver quem é o pior time. 

Infelizmente nossas chances de Libertadores só serão mesmo, pelo andar da carruagem, pela Copa do Brasil, torneio onde temos sempre um bom desempenho. Ao contrário do que alguns pessimistas pensam, acho que tivemos sorte no sorteio. Temos obrigação moral de trucidar os vices nos dois jogos. 

Sabemos que não dá pra contar vitória antes do tempo. Mas, por favor, né? Olha a situação dos vices. Os caras não conseguem ganhar em casa do Joinville. Depois de 2 tropeços feios contra eles, jogando minimamente focados, serão duas surras. 

Teremos 2 jogos difíceis esta semana. O Atlético Paranense na 4a e a porcaiada no Domingo. Esse jogo de 4a me remete ao nosso jogo mais importante de 2013, quando a derrota custou a (comemorada) saída do Mano Menezes da comissão técnica e a promoção do Jayme. O resto é história. Mas tudo começou naquele joguinho de pouco apelo. 

O jogo contra a porcaiada parece ser bem difícil. Os caras têm dado trabalho, estão com a torcida apoiando, não se sabe até quando, e contam com um presidente que tá gastando como se não houvesse amanhã, com a grana dos agiotas do patrocinador master. Tudo teria sido diferente pra eles se não tivessemos ganho do Vitória ano passado. Que pelo menos sejam gratos a nós.

Vendo os outros resultados da rodada, encontramos um fato curioso. Nenhum dos clubes do Rio das séries A e B fez um único gol. E com exceção dos vices, que empataram contra o Joinville em 0x0, todos perderam de 1x0. 

Aliás, saiu a fórmula do estadual 2016. Consegue ser estranha, mas é menos pior que o lixo dos 2 últimos anos. Que pelo menos nosso time reserva consiga se sair bem por lá. 

Observação é a chave de tudo. 


Um comentário:

Warley Morbeck disse...

No Flamengo não se planeja nada. Isso cobra um preço.