Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Olha a bola tocada... Virou passeio...

Faltam adjetivos para descrever a atuação do time na noite desta 4a feira em Floripa.

O Flamengo andou em campo, parecia um carro de F1 correndo na chuva com pneus slick. A defesa perdida, um meio campo inoperante e um ataque inexistente. A única ameaça real ao goleiro deles foi no segundo tempo, num chute de fora da área. Do lado de lá um time que nem parecia que estava na zona de rebaixamento. Se fosse um time melhorzinho teria sido uma surra ainda mais vergonhosa. O terceiro gol, que inspirou o título do artigo, merecia todos os bordões do Galvão na hilariante narração do 7x1.

Nem podemos considerar normal uma derrota pro Figueirense lá no Scarpelli, já que nos últimos anos de confronto levávamos a melhor com frequência (a última derrota havia sido um 4x0 em 2007, e tirando o empate de 2011 só tivemos vitória).

Poderíamos até ter dormido no G4 do Brasi7e1rão esta noite, mas isto não aconteceu. Não por ter perdido hoje, mas por termos perdido pra eles hoje e também no 1o turno, quando perdemos de virada. Isso sem contar pontos jogados no lixo contra Coritiba e Vice só neste returno. Ninguém perde 12 (DOZE) pontos pra Vice e Figueirense e escapa impune.

Ainda assim, graças aos tropeços do "segundo pelotão", e caso o Imortal Que Mais Morre frite as 5ardinhas na sua arena logo mais, dependemos de nossas próprias forças pra chegar num agora improvável G4. Mas que forças?

Domingo vamos encarar o Inter, que tem boa campanha em casa, mas costuma tropeçar fora dela. A obrigação é de vitória, para tentar fazer alguma graça até o fim do ano.

Ficam algumas dúvidas aqui:
- Wallace realmente é pior que os titulares?
- Jonas foi contratado pra cobrir as eventuais ausências do Cáceres, seja por lesão, suspensão ou convocação. O Cáceres foi embora, então por que improvisar o Márcio Araújo na posição?
- O que um técnico pretende ao colocar o Almir em campo?
- Só eu achei que nossa arrancada no começo do returno tem a ver com a sequência pesada de jogos 4a e Domingo, que cansou mais os adversários que a nós?

Como Rubro-Negro que não desiste  nunca, Domingo assistirei in loco o jogo contra o Inter. Que o coração e o fígado sobrevivam!

Até lá!

Nenhum comentário: