Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

FUTEBOL CARIOCA NO CTI

Meus amigos, mais um ano se encerra, no esporte bretão, e não poderia deixar de falar no quase falido futebol do Estado do Rio de Janeiro.
Um campeonato carioca da terceira divisão onde todos os anos há dezenas de jogos encerrados por W X O, por diversas razões e todas por culpa única e exclusiva dos clubes e Federação, que nada fazem para acabar com essa incomoda e desastrosa situação.

Jogos, quando há, são sem publico, sem patrocínio, sem interesse e sem retorno.
É desmotivador.

A Federação realiza por compromisso, os clubes participam porque são obrigados.
Campeonato carioca da primeira divisão, que já foi o mais bonito e competitivo que o Brasil viu, hoje não passa de um engodo, enganador, de fraquíssimos jogos. Os clubes informam que não investem por que tem que se preparar para o Brasileiro.
Existem clubes que chegam ao ponto de não oferecer salários a jogadores e sim projeção no Brasileiro.

Agora já estão querendo jogar com time reserva, ora se o time titular é ruim, imaginem o reserva, e como será o campeonato carioca de 2016?
Com isso o futebol do Rio de Janeiro está acabando. Acabando no sentido literal da palavra, pois está no CTI, em fase terminal.

Encerramos o campeonato brasileiro, onde o time melhor colocado é o Flamengo, justamente o time que mais criticamos, dizendo que é muito ruim e que a diretoria nada entende de futebol. Bem que ela não entende eu sei, concordo com isso, mas que o time é ruim, também é.

Logo após veio o Fluminense, que praticamente só competiu para cumprir tabela e  a torcida do Botafogo, vibrando porque seu time subiu para a primeira divisão e a do Vasco chorando que viu o seu cair para a segundona.

Para o futebol do Rio, isso é ridículo, é o fim.

Os ex-grandes clubes do Rio(Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco), desgastados por más administrações, estão sucumbindo. Todos com times fracos, sem expressão em total desrespeito às suas torcidas.
Deixaram de ser competitivos e são desrespeitados pelos grandes clubes de outros estados.

Só um jogador foi convocado para a seleção Brasileira, Jeferson, goleiro do Botafogo que estava na segunda divisão.

A centena de outros jogadores dos outros clubes, não são nem vistos pela CBF, por falta de qualidade.

Ao assistir um jogo treino entre clubes da terceira divisão e da primeira, se vê um futebol nivelado, tal a fragilidade da equipe principal.

Os clubes não captam garotos, na baixada, zona oeste e interior. Querem que venham até eles, e esperam descobrir outro Neimar. Mas quando um garoto chega fazem tantas exigências, que o pobre garoto, as vezes, na tem como cumprir, aí ou não são avaliados ou cortados depois de 15/20 minutos que ficaram em campo.
Não investem na divisão de base, que fica à mercê de bons funcionários que ali trabalham.

Contratam errado, sempre. Escalam jogadores sem condições de jogo. Trazem “profissionais” a peso de ouro, que não conhecem de futebol.

Total falta de comprometimento.

Não adianta tentarmos dar sugestões para o aproveitamento dos campeonatos, porque ele se acham donos da verdade e entendem de tudo, só esquecem que não sabem do mais importante, o FUTEBOL.

Quando, os entendidos do futebol, permitiram a diminuição do Maracanã, que hoje parece mais um campo de grama sintética, o Rio de Janeiro, se apequenou.
Presidentes, diretores, gestores e responsáveis, o futebol do Rio está acabando e chegando ao ridículo.

Mudem, o rumo do futebol do Rio de Janeiro, senão vai falir, acabar ou ser motivo de vergonha por muito tempo.


Ward Gusmão

10 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia, caros irmãos rubro-negros;
Concordo inteiramente com os vários tópicos do texto. Gostaria apenas de entender os motivos que levam ao estado atual do futebol carioca.
Algumas duvidas frequentemente aparecem em minha cabeça:
- A federação do estado do Rio de Janeiro quer, realmente, matar o futebol carioca?
- O que realmente pretendem as direções de Vasco e Botafogo ao apoiar esta gestão que ai está?
- Vale a pena ganhar, a qualquer custo, este campeonato falido?
- Torcedores de clubes rivais dirão que enquanto o Flamengo ganhou,a instituição não se rebelou contra a federação.Mas mesmo o Flamengo quando ganhava teve algum engrandecimento do seu futebol? O Flamengo foi realmente beneficiado, seja pelo regulamento ou arbitragens tendeciosas, durante essas conquistas recentes? E, se realmente foi, que foram os responsaveis? dirigentes do Flamengo? dirigentes da federação? sempre lembrando que nos ultimos 20 anos o Flamengo não é exatamente o queridinho da federação.
- É impossivel a união dos clubes grandes e pequenos para elaboração de um campeonato mais enxuto? mais lucrativo?
- O Flamengo é realmente o trem-pagador do futebol carioca? Se afirmação for verdade, como não consegue se impor minimamente na federação?

Anônimo disse...

continuando meu comentário:
* sobre a parte técnica;
após o Flamengo ser grande até o meio da década de 80(trinta anos atrás)tem-se a impressão que se deitou em berço esplendido e dormiu profundamente.
A inadmissivel pensar que o Flamengo teve gente do "nivel" de Kleber Leite, Luiz Augusto Velloso, Edmundo Santos, Marcio Braga, Helio Ferraz, Delair Dumbrosck e a nossa querida Patty Amorim (sempre com seus fieis escudeiros Michel Levy e capitão Léo). Desculpe se esqueci de listar algum grande "benemerito" do Flamengo. Com as administrações seguidas destes crápulas, o nome do Flamengo foi jogado na lama. Sempre me pergunto o que essa gente produziu de importante para o Flamengo, nos ultimos 20 anos.
- Um centro de treinamento digno?
- A construção de um estádio?
- A consolidação de um trabalho de base que revelasse algum craque?
São alguns questionamentos que me faço.
Na parte técnica: Os nossos treinadores de ponta são Luxemburgo (hoje na 2ª divisão da China), Joel Santana (aposentado), Ney Franco, Cristovão Borges, Jorginho; mais anteriormente Silas, Caio Junior, para não citar todos.
Quando vai haver uma renovação de pensamentos e de estilo de jogo?
Quando vamos parar de contratar exatamente o mesmo tipo de boleiro? descompromissado, ativo na noite, profissional apenas na hora de receber seu polpudo salário.
Quando vamos ter um preparador fisico, fisiologista, preparador de goleiros e outros profissionais de primeira qualidade?
Ao contrario do pensam os cartolas e torcedores, ai no Rio de Janeiro, futebol de uns anos para cá tornou-se um empreendimento muito sério e lucrativo. Uma fatia muito grande de mercado. Com um publico que esta cada vez mais exigente. Então é dever do clube sempre oferecer o melhor para o seu publico (torcedores).

Anônimo disse...

boa tarde, caros irmãos rubro-negros;
Esta semana estive vendo fotos do nosso CT Ninho do Urubu que foram veiculadas na imprensa. O ESTAGIO DAS OBRAS É DE DEIXAR TODO FLAMENGUISTA CABISBAIXO!!!
Ai eu me pergunto: As diretorias do Flamengo realmente não dispunham de verbas para conclusão deste CT? Ou, o mais provavel, nunca deram importância ao mesmo?
Questiono isso porque o Flamengo é imbativel em inflar salários de jogadores medianos e gastar verdadeiras fortunas durante a vigência de seus contratos. Senão vejamos alguns exemplos:
- Carlos "Sonambulo" Eduardo - 18 meses de contrato x R$ 550.000,00 p/ mês = R$ 9.900,00;
- Deivid "Inacreditavel" - 24 meses de contrato x R$ 475.000,00 p/ mês = R$ 11.400,00; como não recebia os direitos de imagem, moveu processo contra o clube,reincidiu o contrato, fez acordo e ganhou uma bolada;
- Thiago "Cansado" Neves - 12 meses de contrato x R$ 700.000,00 p/ mês = R$ 8.400,00.
Me perdoem se estiver errado em alguma informação acima.
Mas supondo que esses valores estejam proximos a realidade então gastamos aproximadamente 30 milhoes de reais com jogadores que não acrescentaram praticamente nada ao nosso elenco.Isso num periodo de aproximadamente 04 anos.
ENTÃO ESTÁ EXPLICADO PORQUE NÃO TEMOS UM CT DIGNO!!!!!!!

Anônimo disse...

Boa tarde, caros irmãos rubro-negros;
Gostaria de falar aqui do "CASO PAULINHO". O que o clube pode fazer para se livrar de um individuo como esse?
Interessante que desde os anos 90, mais precisamente desde a contratação do centroavante Romário, que esses casos ocorrem na Gávea.
Quando se contrata o atleta o contrato não prevê punições em casos de indisciplina?
O caso Ronaldinho Gaúcho x Patricia Amorim x Assis jogou o nome do Flamengo na lama, enquanto a famigerada dupla de irmãos saiu rindo do amadorismo na Gávea.
O Flamengo nunca vai ser um clube respeitado???

Anônimo disse...

Boa tarde, caros irmãos rubro-negros;
Estou sentindo a falta da opinião de outros torcedores do Mengão neste blog.
Por que muitas vezes pareço ser radical demais em minhas opiniões.
Pois bem quero tocar em alguns pontos importantes:
- Esse leilão pelo zagueiro Henrique, Napoli - Itália, é necessário? Não há outros zagueiros tão qualificados quanto o mesmo para ser contratado? Isso em se sabendo que este zagueiro não é nenhuma sumidade.
- Outra novela o meia (???) Mancuello, do Indepiendente, é mesmo isso tudo??
- O chileno Marcelo Diaz vai ser contratado mesmo apos verificado uma lesão???
A impressão que passa é que não cogitam outras opções. Não se trabalha. Não se pesquisa. Deve ser muito mais facil negociar apenas com empresários, que indicam seus atletas, com contratos vantajosos para si mesmos, e dirigentes que levam comissões.

Warley Morbeck disse...

Você está certíssimo

Warley Morbeck disse...

Viu que conseguiram?

Warley Morbeck disse...

Sempre sentimos falta de outras pessoas comentando. Também acho que o trabalho de olheiros do clube é horrível.

Anônimo disse...

Bom dia Warley;
Obrigado por suas respostas.

Warley Morbeck disse...

Comente sempre. Vou procurar responder com mais frequencia.

Me mande um e-mail naquele e-mail da Coluna da Direita do Blog. Sou o Warley Morbeck.

Abraços