Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

domingo, 27 de março de 2016

FLAMENGO 0 X 1 VOLTA REDONDA



                           VERGONHA INSTAURADA NO FLAMENGO


                                 Meus amigos, as palavras acabaram.
Vasculhando de cabo a  rabo o Aurélio, não encontrei palavra que pudesse definir o Flamengo de hoje, tal o CAOS que está instalado na gávea.
No ano passado, eu trabalhei no São Cristovão, da terceira divisão, do Rio de Janeiro, tive carta branca do presidente para colocar o São Cristovão na segunda divisão.
Como não havia dinheiro procurei negociações e eu e o gerente de futebol Tio zé, fomos ao Volta Redonda e tivemos todo o apoio dos competentes preparador físico, DIMAS e do treinador TONINHO ANDRADE e conseguimos 8 jogadores emprestados, conseguimos fazer um bom time e subimos para a segunda divisão.
Hoje vejo que todos os jogadores que jogaram comigo ano passado na terceira divisão, jogaram contra o Flamengo e pasmem, GANHARAM.
O Flamengo conseguiu perder para o Confiança com um homem a mais, conseguiu perder para o Atlético Paranaense que estava em má fase, e agora conseguiu perder para um time que disputou a terceira divisão, no ano passado.
Isso é simplesmente RIDICULO.
Um velho treinador, obsoleto, que foi a Europa desaprender, não substitui, não muda  a maneira de jogar, não inova, só reclama, como se o Flamengo fosse o único clube nessa maratona, mas é o único que só perde.
A única coisa que achei nos meus alfarrábios, foi o endereço da INCOMPETENCIA, Rua Borges de Medeiros 997 – Leblon, RJ.
Presidente, você já colocou o Flamengo no fundo do poço, agora tire-o, por favor, senão daqui a pouco verás faixas escritas FORA BANDEIRA.
EVITE ISSO e torne o Flamengo ao seu lugar.


Ward Gusmão
Sócio Proprietário
Conselheiro

2 comentários:

Anônimo disse...

Boa tarde, nação rubro-negra;

Eu sei que em clubes de futebol ocorrem muitos fatos estranhos e se misturam muitos interesses, quase sempre prejudiciais ao clube.
Em outras postagens minhas eu já alertava de que não confio na base do elenco do Flamengo que vem sido mantida durante os ultimos 02 anos.
Para mim o jogo-chave dessa epoca nebulosa que o Flamengo passa é a derrota de 4 x 1
para o Atlético-MG, em 2014, pela Copa do Brasil. Ali se delineou o espirito perdedor dessa equipe. Naquela noite faltou talento, faltou tática, mas, sobretudo, faltou RAÇA-VONTADE DE VENCER-SANGUE.
Alguns integrantes daquela equipe já se foram, mas, figurinhas importantes daquela tragédia ainda se encontram no time:
- Paulo Vitor;
- Wallace;
- Massaraújo;
- Everton;
- Nixon (não está jogando faz um século, deve ter sofrido uma fratura exposta em algum treinamento);
Ai veio o ano de 2015 e somaram a estas figuras alguns novos "talentos":
- Sheik - Fez um ano de 2014 terrivel;
- Alan Patric - esse cara já empolgou em algum clube;
- Guerrero - "grande craque";
- Cirino - outro que teve um 2014 muito ruim;
- Pará - pergunta qual torcedor, dos clubes por onde passou, gosta desse cara.
Pronto tá feita a mistura explosiva para se montar essa porcaria de time que esta ai.

Anônimo disse...

Continuando:

Isso sem contar a qualidade dos "professores" que trabalharam no Flamengo neste periodo.
- Luxemburgo - Não confio em nada do que esse senhor fala, escreve ou rumina. Foi enaltecido pela mídia por "salvar" o Flamengo do rebaixamento no ano de 2014. Mas eu pergunto para voces: ISSO NÃO ERA OBRIGAÇÃO? Pelo valor da folha de pagamento, salários em dia, suposta qualidade do elenco (mediano, diga-se de passagem) o Flamengo não deveria, naquele ano, ficar entre os 10 primeiros do campeonato brasileiro?
- Cristovão e Osvaldo - prefiro não comentar. Cairam de paraquedas no cargo. A impressão que tenho é a de que não conhecem nada de futebol.
- Muricy - Não realiza um trabalho decente a quanto tempo? Ainda lembro de quando este senhor treinava o Santos de Neymar e enfrentaram o Barcelona de Messi, final do mundial interclubes 2011. É evidente que não acho que o Santos teria condições de vencer o Barça, em um jogo normal. Mas o que eu vi me assustou. O Santos não tocou na bola. O resultado foi 4 x 0 para o Barça. Mas poderia ter sido 10 x 0 e ninguem estranharia. Será que mesmo apos esse reves Muricy não aprendeu que o jogo mudou, modernizou, evoluiu?
São considerações de um torcedor fanatico pelo Flamengo, que não entende como as coisas são feitas tão equivocadamente em nosso clube.