Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

A melhor Torcida do Brasil - Flamengo

Oh, Meu Mengo!

Por que eles foram melhores do que todas as outras torcidas em 2007

Por Sérgio Xavier

Se alguém disser que Ibson foi o grande nome do Flamengo em 2007 não estará mentido. O volante com pinta de meia (ou seria um meia com pegada de volante?) modificou a maneira de o Flamengo jogar no Brasileiro. Fábio Luciano é outro nome que merece lembrança pelo que fez em 2007. Deu enfim segurança ao miolo de zaga. A retaguarda do Flamengo deixou de ser a peneira dos primeiros jogos também pelo moral do goleirão Bruno. Joel Natalino Santana, o homem que rebocou um Flamengo à deriva, trabalhou com a confiança perdida em alguma esquina das primeiras rodadas e deu condição para os talentos individuais brotarem.

Mas até a Pedra da Gávea sabe que o grande craque do Flamengo em 2007 não foi Ibson, Fábio Luciano, Leonardo Moura, Bruno ou Joel Santana. A torcida rubro-negra, essa massa disforme que empurra ou atrapalha o time, fez toda a diferença. Quem teve a oportunidade de pisar no Maracanã ultimamente sabe disso. Não se trata de clichê, um décimo-segundo jogador que empurra a equipe. A torcida flamenguista pegou o time pela mão e saiu da zona de rebaixamento direto para a ante-sala da Libertadores. Criou cânticos, criou símbolos (Obina é o mais notável), criou um fato novo.

Torcer para o Flamengo em 2007 no Maracanã virou programa pop e cult. É em tempos de crise que a criatividade fica mais fértil. Alguém adaptou o “Tema da Vitória” de Ayrton Senna para as arquibancadas. “Tu és time de tradição, raça, amor e paixão, oh, meu Mengo! / Eu sempre te amarei, onde estiver estarei, oh, meu Mengo!”. A danada pegou, impregnou corações e mentes. Jogando bem ou mal, o time respondeu em campo. Vencia, de qualquer jeito, como se fosse teleguiado pela arquibancada.

"Tu és time de tradição,
Raça, amor e paixão
Oh, Meu Mengo!
Eu sempre te amarei,
Onde estiver estarei,
Oh, Meu Mengo!"

Um estádio costuma se dividir em dois grupos, os organizados que apóiam incondicionalmente o time, na derrota ou na vitória, e o torcedor comum de resultados. O segundo tipo só aplaude “na boa”, paga o ingresso e quer seus direitos de consumidor respeitado, ou resultado ou show de bola. Quando um estádio inteiro consegue torcer do primeiro jeito, não há quem segure o time em campo. Os argentinos são assim. Os gremistas conseguiram na última Libertadores essa cidadania argentina. Levaram um time limitado à final. O Flamengo fez no Brasileiro o que o Grêmio tinha mostrado na Libertadores. Apoio full time, cânticos, pacote completo. Até canelada de Obina rendia ovação (sem ovos, por favor). Assim não há quem resista. Até o meia Roger deve ficar arrepiado.

http://placar.abril.com.br/flamengo/especial/

7 comentários:

Wilson Hebert disse...

E tem mais um detalhe, a maravilhosa massa rubro-negra foi citada até no site Da Fifa. Não só a história do fla, mas a nossa torcida (quando se comporta bem) nos faz ter o orgulho de ser rubro-negro cantando para o mundo inteiro. Oh meu mengão eu gosto de você!!!!!!!!!!!!!!

dimemello disse...

soh tem uma coisa a musica
"Tu és time de tradição,
Raça, amor e paixão
Oh, Meu Mengo!
Eu sempre te amarei,
Onde estiver estarei,
Oh, Meu Mengo!"
eh uma copia da musica do internacional de porto alegre

Flamengo Eternamente disse...

dimemello, até já ouvi essa história de que a torcida do Inter já tinha uma versão para essa música. MAs a verdade é que a mídia só deu atenção quando a Maior Torcida do Mundo a adotou. Questão de hierarquia, né? Manda quem pode...

Não temos culpa se o Flamengo é o maior e mais importante clube do Brasil.

Anônimo disse...

33 milhões de flamenguistas! Cobrando 5 reais por mês de cada um deles, teríamos pouco mais de 800 milhões de reais em cinco meses. Isso bancaria as dívidas (pouco mais de 200 milhões), bem como um estádio novo (Engenhão custou pouco mais de 340 milhões) e sobraria dinheiro para contratações caras (MSI gastou 150 milhões em contratações no Corinthians). Só que as dívidas estão aí. É, bela torcida mesmo. A não ser pela violência, não sei pra que servem.

Livia Pires disse...

olha so falando mal do vasco , mais que joga no google e pesquisa mentiras e bobagens.
vira homem querido , mostra a cara e nome , nem honrra as calça vai honrra seu time ! PQP
flamengo leva o hexa para casa e o vasco ganha 2º divisão , se isso é titulo pelo amor de deus entao o hexa é uma beldade...
fica a dica , melhor carioca é ele no maios triulfo FLAMENGO

Livia Pires disse...

olha um anonimo falando gente , nem tem como honrra suas calça imagine seu time , mostra a cara , vira homem depois pesquisa de novo no google a acha mais um mentira do flamengo , ganhamos o hexa emquanto o vasco leva para casa titulo da 2º divisão ¬¬ aiai nem falo mais nada...
minha palavras se tornao ivisiveis diante de uma situação dessa , mentirosa so fique claro melhor carioca e o FLAMENGO.

Livia Pires disse...

olha um anonimo falando gente , nem tem como honrra suas calça imagine seu time , mostra a cara , vira homem depois pesquisa de novo no google a acha mais um mentira do flamengo , ganhamos o hexa emquanto o vasco leva para casa titulo da 2º divisão ¬¬ aiai nem falo mais nada...
minha palavras se tornao ivisiveis diante de uma situação dessa , mentirosa so fique claro melhor carioca e o FLAMENGO.