Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Orgulho de Pai Rubro-Negro

Belíssimo testemunho de um amigo rubro-negro, Pedro Migão, sobre a primeira vez que levou sua filhinha, de 2 anos e meio, ao Maracanã, no jogo Flamengo x Bolognesei (Gols do jogo).
=================================================================


Ontem, o jogo Fla e Bolognesi foi inesquecível pra mim. Não porque o Bruno fez um gol de falta, mas porque pela primeira vez eu levei a minha filha mais velha ao Maracanã. A Maria Clara está com dois anos e meio aproximadamente.


Comprei antecipadamente os ingressos na Gávea, porque também levei um grupo que nunca tinha ido ao estádio e a minha experiência de Fla e Madureira não me recomendava comprar na hora. Foi uma boa idéia.


Ontem ela passou o dia inteiro dizendo que iria "ao jogo do Mengo". Na hora de se arrumar, fez questão de usar a camisa com o nomezinho dela. A mãe, minha esposa, surpreendentemente, resolveu ir. Aliás, fomos eu, minha esposa, ela, meu pai, meu sogro, um sobrinho e um casal de primos. Mais o pessoal do trabalho do meu sogro.


Chegamos uma hora antes do jogo, estacionamos - eu tenho facilidade de estacionar na empresa em que eu trabalho, a 100 metros do estádio - e cerca de meia hora antes estávamos nas cadeiras inferiores, próximos à Charanga.


Ela acompanhava tudo de forma interessada. Batia palmas no ritmo da torcida e parecia encantada com tudo o que estava vendo em torno de si. Mesmo o barulho - ela não está acostumada a grandes aglomerações - a assustou.


Na hora do gol do Bruno, pulou junto com a gente. Nem o banho de cerveja que eu levei na hora me incomodou. Depois vibrou, sorrindo, no gol do Obina.


Terminamos a noite comendo cachorro quente em um famoso trailer aqui da Ilha do Governador. Mas a minha maior recompensa veio hoje, quando ela chegou do colégio e veio me dizer toda contente que contou para os coleguinhas que "tinha ido na casa do Mengo". Sou um pai feliz.


Em tempo: excelente a estrutura montada pela Suderj para atender a quem leva crianças.


Em tempo II: o jogo salvou pelo gol do Bruno. Não dá pra ver o time no 3-6-1. Ainda bem que apareceu a África do Sul..."


Abs,


Pedro Migão

5 comentários:

Jorge disse...

Pedro sei o que sentiu pois tenho um filho hoje com 3 anos e meio que desde um ano de idade torce loucamente pelo Mengão, com um ano e meio já cantava o hino completo, e mais tudo isso com ele nascendo e morando em SP, onde todos tentam influência-lo para torcer para um time paulista, mas o menino é firme. só não gostei de vc comemorar a saída do Papai Joel.

KID disse...

Já fiz meu comentário a respeito deste, mas gostaria de reiteitará-lo. Sou pai também. Por isso, achei uma graçinha o depoimento dele quando à sua filhinha falou ¨Fui na casa do Mengo¨. Como tenho uma veia para tal, na minha opinião daria para fazer uma bela poesia. Pedro, prometo a vc que vou fazer uma poesia com este estilo e vou mandá-la por email para vc. E se o Warley, assim me permitir, terei imenso orgulho.
Não o conheço. Moro lonje de vc, mas tem um ¨ não sei porque ¨ que faz com que a distância se abstrata.

Anônimo disse...

Que fofa! Foi à "casa do Mengo".

De fato, o Maracanã estava repleto desses pequenos torcedores, q deixam o Estádio ainda mais bonito. O jogo foi "osso", mas o golaço do Bruno valeu o ingresso.

Espero poder ver ainda mais crinças vestidas c/o Manto e c/seus olhinhos brilhando no Maraca.

Parabéns pelo relato, e felicidades a sua pequena.

SRN!

Marcelle

Diogo Ferreira disse...

Espero que ela tenha visto a beleza da torcida Rubro-negra e venha conosco torcer pelo mengão.

www.ConfionoMengao.blogspot.com

Saudações,
Diogo Ferreira.

gilmara.gata13@hotmail.com disse...

ADOREI,FEZ LEMBRA A MAIS OU MENOS 50 ANOS ATRAS,TALVEZ EU TIVESSE 5 ANOS QUANDO MINHA MÃE ME LEVOU A UMA CASA DE ESPORTE E MANDOU EU ESCOLHER UMA ROUPA.ADVINHA QUAL A ESCOLHA?NÃO,OU SIM.FOI UMA CAMISA DO FLAMENGO E UMA BOLA. SOU FLAMENGUISTA DESDE PEQENENINHO,É COMO ESTÁ GAROTINHA,JÁ NASCEU VITORIOSA...ZAS