Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Joel - Ídolos do Flamengo

Em pé: Gérson (o canhotinha de ouro), Henrique Frade e Dida. Agachados: Joel e Babá.

Ponta-direita driblador, Joel era um dos destaques do grande time do Flamengo da década de 50. Ao lado de Rubens, Índio, Zagallo e Evaristo, formou o famoso Rolo Compressor, um dos maiores ataques da história do Clube. Torcedor do Rubro-Negro desde pequeno, Joel realizou um sonho ao jogar no Flamengo.

Tricampeão do Campeonato Carioca, em 1953, 1954 e 1955, Joel se destacava por seus cruzamentos em curva, sempre perfeitos, e de vez em quando, na direção do gol, surpreendendo não só os zagueiros como os goleiros. Foi com cruzamentos assim que o ponta deu passes para dois dos três gols do Fla na final do Carioca de 1954, contra o América.

Foram 404 jogos com a camisa rubro-negra (244 vitórias, 74 empates e 86 derrotas) e 115 gols pela equipe da Gávea (fonte: Alamanque do Flamengo - Clóvis Martins e Roberto Assaf).

Pela Seleção Brasileira, atuou entre 1957 e 1961. Campeão mundial em 1958, começou a Copa da Suécia como titular, mas acabou perdendo a posição, de maneira inquestionável, para o gênio Garrincha.

Com a camisa canarinho atuou em 15 partidas (10 vitórias, três empates e duas derrotas) e anotou quatro gols (fonte: Seleção Brasileiras 90 anos - Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf).


Saiba mais sobre o Rio Sao Paulo de a961 http://flamengoeternamente.blogspot.com/2007/04/campeo-rio-so-paulo-1961.html

4 comentários:

vôo do urubu disse...

Joel, Gérson, Henrique, Dida e Babá. Futebol já deve ter sido bonito ver...

Saudações rubronegras!

Sobre o Futebol Carioca disse...

que time

adriano disse...

timaço, que pena que hoje os nosso jogadores não se entregue como esses caras, porque eles davam o sangue pelo time..valeu

www.entrandoemcampo.com

Warley Morbeck disse...

Pois é moçada

Bons tempos mesmo. Tempos em que jogadores pensavam em algo além de dinheiro.