Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Carta de Kleber Leite à Patríca Amorim sobre 1987

Prezada Presidenta Patrícia Amorim ,

Através desta, gostaria de falar com o coração, sem jamais perder a razão, da seguinte forma:

1 - A decisão tomada pelo presidente Ricardo Teixeira, após ouvir seu diretor jurídico, definindo o troféu conhecido como " Taça das Bolinhas " para o São Paulo foi tomada sem que a principal peça deste processo fosse considerada. Como deve ser do seu conhecimento, em 1997, quando da reunião para receber o Sport Clube Recife como novo integrante do clube dos Treze, na condição de presidente do Flamengo, condicionei a aprovação por parte do Flamengo e, consequentemente a unanimidade necessária para aprovação (era estatutário), a um documento assinado por todos os presidentes, inclusive o Sport Recife, que deveria ser entregue pelo presidente do Clube dos Treze ao presidente da CBF, solicitando que Flamengo e Sport fossem declarados campeões de 1987 e, consequentemente, Internacional e Guarani, vice - campeões. Este documento foi assinado por todos. Este documento representava a opinião unânime dos clubes que integravam o Clube dos Treze, inclusive, seu novo membro, o Sport Clube Recife. Esta foi uma decisão do Clube dos Treze. Esta decisão unânime corrigia um fato histórico. Há quem imagine que Flamengo e Internacional não jogaram respectivamente contra Sport e Guarani , por vontade própria. Nada disso. Flamengo e Internacional não foram à campo por DETERMINAÇÃO UNÂNIME do Clube dos Treze, em 1987. Em síntese, esta correção histórica não é problema do Flamengo. O problema é, e, sempre foi, do Clube dos Treze.

2 - Em inúmeras oportunidades, ainda na condição de presidente e, mais recentemente na de vice-presidente de futebol, tentei fazer com que o presidente do clube dos Treze, Dr. Fábio Koff, viesse ao Rio de Janeiro entregar em ato político o documento de 1997 ao presidente da CBF , Dr Ricardo Teixeira. Jamais consegui. Houve certa vez um depoimento do Dr. Fábio afirmando que mandara o documento pelo correio. A CBF afirma nunca ter recebido. Resumo da ópera: Está mais do que claro, que ao longo do tempo, ao invés de se preocupar em restabelecer a verdade, o Dr. Fábio Koff foi " empurrando com a barriga " para politicamente não ficar atritado com o Sport e, posteriormente, também com o São Paulo.

3 - Esta ação do presidente da CBF, decidindo, sem que tivesse acesso à principal peça do processo deixa o Dr.Fábio Koff em uma " sinuca de bico " . Agora não há mais como fugir do problema. Não tem ele como não ir a CBF e, em ato político, solicitar ao presidente da CBF, que diante de relevante fato novo, modifique sua decisão inicial e, que se faça justiça. Quem tem a OBRIGAÇÃO de ir a CBF, provocar o encontro e, mudar o curso da história, é ele. A sua presença, presidenta Patrícia, levando o documento será uma ação rubro - negra em causa própria. A presença do Dr. Fábio Koff entregando o documento ao Dr. Ricardo Teixeira, será a manifestação democrática e unânime, dos 20 clubes que formam o Clube dosTreze .

4 - Lamento profundamente a posição, através dos mais infelizes depoimentos e ações, por parte do presidente do São Paulo, que deveria ter tido a dignidade de, publicamente, confirmar os compromissos assumidos pelo São Paulo, em duas oportunidades. Em 1987, determinando que o Flamengo não jogasse contra o Sport e , em 1997, solicitando que esta entidade proclamasse Flamengo e Sport campeões de 1987.

5 - Como qualquer rubro-negro , o meu único desejo é que, a partir de agora tudo fique claro e, que este episódio chegue a um final feliz. Pessoalmente será uma vitória extraordinária ter produzido a peça decisiva neste processo. Como rubro-negro, a realização de um sonho e, o final de um martírio. Como ser humano constatar a vitória da verdade.

6 - Para encerrar. Alguém imaginar que eu pudesse fazer parte de uma trama, como vingança pela sua opção na recente eleição no Clube dos Treze, somente não me conhecendo (o que não é o seu caso) ou tendo um caráter demoníaco, capaz de admitir que alguém, em algum momento, possa querer prejudicar a maior paixão de sua vida, além de ignorar ética e sentimento de justiça.

Acabo de reparar que foram seis itens . Coincidência com o Hexa .

Boa sorte. Que Papai do Céu ilumine você. Que o Dr. Fábio venha entregar o documento. Que o Dr. Ricardo o considere e, finalmente oficialize o nosso Hexa .

Saudações rubro-negras ,

Kleber Leite.

5 comentários:

KID MENGO disse...

Warley, muito me indígno que somente agora a antiga diretoria do Flamengo venha a público demonstrar algum interesse em dar uma ¨satisfação¨ à NAÇÃO RUBRO NEGRA. Durante todos estes 18 anos, nenhuma atitude foi tomada pelos mesmos. Mais uma vez fica demonstrado que a vaidade continua acima dos interesses do CRF.
Agora que Inês é morta, os abutres de plantão sobrevoam os tablóides.
Um grande abraço, meu amigo.
SRN.

AF STURT disse...

A carta parece muito sincera ,mais quem conhece leite logo desconfia de suas humildes colocações.

Também escrevi sobre essa polemica:

http://flamengoshow.blogspot.com/2010/04/o-flamengo-cbf-e-o-clube-dos-13.html

Juliana disse...

Parabéns Kleber Leite. Com esta carta vc demonstra que continua um grande presidente rubronegro. Sua carta é um exemplo de postura para manter unidos os flamenguistas. Salve o Flamento.

Mylla Galvão disse...

Sabe o que eu acho de tudo isso?

Que tem dedo de gente, que não quer que o Fla seja Hexa, para não alcnçar nenhum time por aí!
Pura política...
Esse Ricardo Teixeira é Sãopaulino roxo...
Mas vc acha que essa briga termina aí???
Ainda há mta água para rolar debaixo da ponte!!!

SRN

Anônimo disse...

eu vou degolar a sua garganta