Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

O Flamengo em 1918

Em 1912, o músico Bonfiglio de Oliveira gravou o choro Flamengo. Mas o primeiro a ter a idéia de compor um hino para o clube foi Humberto Malagutti de Souza, irmão de Ulysses Malagutti de Souza, um dos maiores atletas da história do Flamengo.

Durante o ano de 1918, Humberto bancou a gravação e a prensagem da música que compôs, intitulada Marcha Rubro-Negra, lançada na semana do Natal com publiciade do jornal carioca O Paiz. “A linga e suggestiva marcha da lavra do distinto sportman acaba finalmente de sair do prlo, vindo assim satisfazer à justa anciedade com que era aguardada pelas numerosas torcidas. Os admiradores do Flamengo encontrarão os exemplares na Casa Beethoven, à Rua do Ouvidor nº 175, onde foi editada”, explicava a publicação.

A letra dizia:


Seja mais uma Victória/

para nossa maior glória/

em affinco a merecer/

Flamengos! Os destemidos/

no sport, os mais queridos/

na peleja hão de vencer... Nosso pavilhão oscilla/

e nenhum de nós vacilla/

tuas glórias augmentar/

Flamengos! Avante/ ninguém há que nos supplante/

seja em terra ou quer no mar.../

A rubra cor da bandeira/

cor symbólica altaneira/

das nobres aspirações/

o negro da escura nota/

que o adversário na derrota/

sente dos nossos campeões!”

Apesar da dedicação e do esforço de Humberto, a música não emplacou. No primeiro jogo pós lançamento, o Flamengo perdeu de 3 a 1 para o América. Quatro dias depois, tomou de 5 a 1 do São Cristóvão. Na realidade, o time principal realizara temporada irregular, com dez vitórias e oito derrotas em 21 partidas, e estava há quatro jogos sem vencer quando o disco foi para a loja. Conselheiros argumentaram que a composição “não trouxera muita sorte”. Ela acabou esquecida e foi resgatada oitenta anos depois.


Voltar ao índice

3 comentários:

Flanatico_10 disse...

Opa... muito bom o blog! Descobri hoje, e realmente gostei, tá de parabens.
Será que existe por aqui um texto a respeito do brasileiro de 1987 que fala sobre o que é legítimo e o que é legal.. algo assim? Procuro esse texto e não acho, mas mesmo assim, tive a oportunidade de ler outros a respeito do brasileirão desse ano muito bons tbm.

Morbeck disse...

Flanatico, já viu esses???

http://flamengoeternamente.blogspot.com/2007/01/flamengo-campeo-1987.html

http://flamengoeternamente.blogspot.com/2007/01/juca-kfouri-sobre-o-brasileiro-de-87.html

http://flamengoeternamente.blogspot.com/2007/02/verdadeira-histria-de-87.html

Flanatico_10 disse...

Vi sim morbeck, inclusive imprimi pra esfregar na cara de alguns vascainos... essa verdadeira hist de 87 eh de arrepiar.. soh a historinha do pai e do filho q eu jah conhecia...
enfim, tenho esse texto em um forum, mas a ferramenta de busca n tah funcionando por lah. assim q eu conseguir axar (tomara q n tenham deletado) eu passo aki pro blog! abrs