Pesquise no Flamengo Eternamente

Pesquisa personalizada

sábado, 1 de junho de 2013

Flamengo vence Uberlândia e é o novo campeão do NBB

A consagração de uma campanha perfeita veio na manhã deste sábado (01.06), na HSBC Arena. O Flamengo venceu o Uberlândia por 77 a 70 e conquistou o título do Novo Basquete Brasil pela segunda vez. O público de 16.634 viu a equipe que fez a melhor campanha na primeira fase levantar o troféu mais cobiçado do país.

Com uma enterrada espetacular do rubro-negro Marquinhos o jogo começou para o Flamengo. E não foi só o início que foi arrasador. O Mais Querido, que foi à quadra com Bruno Zanotti no lugar do lesionado Benite, fez um excelente primeiro quarto. A equipe chegou a abrir dez pontos de vantagem sobre o Uberlândia e terminou os primeiros dez minutos de jogo vencendo por 21 a 15.

Já o segundo quarto não foi tão bom para o Flamengo. O time não acertava chutes de três pontos e acabou deixando o adversário encostar no placar. A torcida fazia sua parte, cantando alto e incentivando, mas o jogo estava duro e nenhuma das equipes conseguia abrir uma boa vantagem no placar. Quando o cronômetro estourou, o Uberlândia vencia a partida por apenas um ponto de diferença: 34 a 33.

As primeiras bolas de três pontos do Flamengo só foram cair no terceiro quarto. Kojo, Olivinha, Bruno Zanotti e Duda Machado acertaram um arremesso de longa distância cada um. Esses chutes certeiros foram fundamentais para que o Rubro-Negro voltasse a ficar na frente no placar.

Como o Flamengo acabou o terceiro quarto na frente, 58 a 49, a equipe só administrou a vantagem no último período do jogo. Isso não significa, porém, que a parte final da partida tenha sido tranquila. O Uberlândia não se entregou em nenhum momento e valorizou muito a vitória rubro-negra. Aos gritos de "É campeão" da Nação, o cronômetro estourou e o Rubro-Negro conquistou o bicampeonato do NBB.

Após o fim do jogo contra o Uberlândia, os jogadores rubro-negros fizeram questão de exaltar a dedicação do grupo durante a disputa do Novo Basquete Brasil. Afinal, apenas talento não é necessário para que um grupo seja campeão. É preciso também muito trabalho, e isso não faltou ao time de basquete do Flamengo ao longo da última temporada.

"Sem dúvidas, este é um dos momentos mais marcantes da minha carreira. Trabalhamos muito ao longo da temporada. Ninguém trabalhou mais do que a gente. Estão todos de parabéns, principalmente a torcida, que nos apoiou sempre. Estou muito feliz e agora vou comemorar muito", disse Olivinha.

Benite foi um dos símbolos da disposição mostrada pelo grupo. Ele ficou de fora da decisão devido a uma lesão na coxa direita, mas se dedicou até o último momento para ter condições de jogo. Já com a medalha de ouro no peito, ele lembrou das dificuldades que o time teve que enfrentar.

"A determinação esteve presente desde o começo. Na pré-temporada e nos treinos, sempre resolvemos os problemas entre a gente. Toda essa determinação trouxe o título para coroar esse ano maravilhoso", falou o ala-armador.

Se Benite ficou de fora apenas da final, Marcelinho teve que acompanhar a temporada toda da arquibancada. O jogador se lesionou na primeira partida do campeonato e ainda não voltou a jogar.

"A emoção é diferente. É muito gratificante quando os companheiros me abraçam e dedicam o título a mim. Isso não tem preço. O time merecia muito. Todos têm a cara do Flamengo e se doaram muito. A gente merecia vencer", afirmou Marcelinho.

Um comentário:

Sidney disse...

Parabéns a equipe de basquete do Flamengo, espero que a Adidas também dar uma forcinha para está belíssima equipe.